Archives

Inicio / Portfolio
Cartografia temática no Equador – MAGAP

Cartografia temática no Equador – MAGAP

Descrição do Projeto

NIP, S.A., em consórcio com a empresa Espanhola TRACASA (50%), foi adjudicatária de dois contratos para a “Elaboração de Cartografia Temática” (Lote 1 e Lote 2,) no final de 2013. Os trabalhos abrangeram um total de 105 municípios e uma superfície aproximada de 121.610 km². Foram desenvolvidos mapas temáticos do território a escala 1:25.000 com detalhes de 1:5.000.


Tarefas desenvolvidas

Geomorfologia

Estudo geomorfológico em 105 municípios com superfície aproximada de 121.000 km², 9.000 unidades geomorfológicas interpretadas e 221 tipos de geoformas diferenciadas.

Geopedologia

Efetuada em 105 municípios com superfície aproximada de 121.000 km², mais de 8.000 sondagens realizadas, 4.400 explorações e 17.000 amostras analisadas em laboratório. Foram realizados os seguintes estudos:

  • Utilização da terra: 8 classes diferenciadas de utilização da terra e 65 unidades de manejo.

  • Dificuldade de plantio: 5 classes diferenciadas de dificuldade de plantio e 63 unidades de plantio.

  • Ameaça de erosão hídrica: 5 classes diferenciadas de risco de erosão hídrica.

  • Velocidade de infiltração: mais de 6.000 testes com duas técnicas para contrastar resultados.

Coberturas e Sistemas Produtivos

Efetuada em 105 municípios com superfície aproximada de 121.000 km².

  • Mais de 100.000 questões analisadas.

  • 8.839 fichas e 35.356 fotos de cultivos.

  • 9.847 fichas e 9.847 fotos de coberturas naturais.

  • 161.397 fichas simples.

  • 110 pesquisas com informantes chave.

  • 5.160 pesquisas (fichas) a produtores.

Riscos Vulcânicos:

Mapa de risco nacional dos vulcões mais ativos.

Acessibilidade:

Quatro mapas nacionais, 283.000 Km², contendo os estudos abaixo:

  • Rede viária.

  • Centros de coleta e facilidades agrícolas.

  • Centros econômicos importantes.

  • Áreas homogêneas.

Para a realização dos trabalhos foi disponibilizado o seguinte corpo técnico:

  • 20 edafólogos.

  • 20 geólogos.

  • 17 foto interpretadores (agrônomos/ ambientalista/geógrafos).

  • 21 técnicos de campo (agrônomos/florestais).

  • 68 assistentes de campo.

  • 2 técnicos SIG.

  • 6 especialistas em controle de qualidade.

  • 5 técnicos para elaboração de memórias.

Visualização de toda a informação através de um portal web:

GeoPortal desenvolvido por NIP, S.A. que apresenta de forma fácil toda a informação geográfica obtida bem como todos os dados (gráficos e alfanuméricos) que foram usados como base para a elaboração dos mapas temáticos. Esta informação pode ser consultada em: http://geoportal.sigtierras.gob.ec:8080/GeoserverViewer/

Catastro rural en Ecuador – MAGAP

Catastro rural en Ecuador – MAGAP

Descrição do Projeto

No início de 2013, o Ministério de Agricultura, Pecuária, Aquicultura e Pesca (MAGAP) da República do Equador, contratou a NIP, S.A. para desenvolver o levantamento e atualização do cadastro rural em duas grandes áreas territoriais do programa SIGTIERRAS.

  • A Área 1 incluiu os municípios de Antonio Ante, Cotacachi, Pedro Vicente Maldonado, La Concordia, Flavio Alfaro e Santa Lucía. O número total de prédios levantados superou mais de 163.253.

  • A Área 3 incluiu os municípios de Riobamba, Pangua, Tosagua e Portoviejo. O número total de prédios levantados superou mais de 187.995

Durante os anos 2013 – 2015 NIP,S.A. ofereceu mais de 800 colaboradores distribuídos entre equipes de campo e em escritórios de projeto para o desenvolvimento dos trabalhos que foram concluídos com sucesso no final de 2015.


Tarefas desenvolvidas

Capacitação

Foram realizados cursos de capacitação em todos os municípios envolvidos com o intuito de que o trabalho fosse realizado pelo pessoal local. Destacam-se dentre os conteúdos ministrados:

  • Área Jurídica, possessão de terra.

  • Interpretação cartográfica, fotointerpretação, utilização de GPS e fita métrica.

  • SIG e cartografia digital.

  • Uso de bases de dados digitais

Foram capacitadas mais de 600 pessoas, em sua maioria com nível acadêmico de bacharelato (90%) e as demais engenheiros e advogados (10%).

Comunicação/Socialização

Foram realizadas atividades de comunicação com as autoridades locais (GAD) e principais associações agrárias e comunidades envolvidas antes do início do trabalho, como a finalização de cada município.

No decorrer do levantamento foram realizados dois tipos básicos de comunicação:

  • Geral, utilizando anúncios publicitários na imprensa e no rádio.

  • Individual, publicidade feita através de carro de som e porta a porta para abranger o maior número possível de proprietários.

Levantamento

Esta é a parte mais complicada dos projetos e consiste na realização de uma visita de campo conjuntamente com o proprietário para recopilar os dados sobre a propriedade tais como:

  • Identificação do prédio.

  • Identificação do proprietário.

  • Estado legal do prédio.

  • Uso da terra.

  • Cobertura natural.

  • Edificações.

  • Melhorias e instalações.

  • Acesso a serviços.

  • Croquis do prédio.

  • Croquis das edificações.

  • Fotografias das edificações e documentos legais.

Foram realizadas mais de 320.000 fichas de levantamento predial em campo, nas quais aparecem mais de 100 entradas, todas em formato digital sob aplicações de software livre desenhado pela NIP, S.A. sobre tablet e SO Android.

Digitalização e Controle de Qualidade

Processos para criação da base de dados contínua e definitiva no formato do cliente:

  • Concordância entre os croquis e fichas prediais.

  • Controle de qualidade automático, onde são processadas mais de 200 validações por prédio.

  • Controle de qualidade semiautomático, onde são processadas mais de 25 validações topológicas por prédio.

  • Controle de qualidade manual, onde são verificados todos os possíveis erros que não puderam ser detectados pelos processos anteriores.

  • Uma vez passada a fase de controle de qualidade é feita a integração dos prédios na base de dados do cliente comprovando e revisando a continuidade e homogeneidade.

Exposições Públicas de Resultados (EPR)

Durante tais exposições informam-se a todos os proprietários os resultados obtidos e ao mesmo tempo solicitar nova informação para atualizar a existente.

  • Foram realizadas mais de 230 exposições públicas, com 3 dias de duração cada.

  • Ofereceu-se orientação jurídica a todos os proprietários que solicitaram com o intuito de legalizar os prédios.

Entrega final

Foi criada uma base de dados única por município com todos os dados coletados e contrastados em todos os processos mencionados, que foi entregue a Sigtierras para sua implantação.

Fiscalização do Cadastro Rural no Equador – MAGAP

Fiscalização do Cadastro Rural no Equador – MAGAP

Descrição do Projeto

Entre os anos de 2013-2016, NIP, S.A. desenvolveu atividades de fiscalização dos trabalhos do levantamento cadastral rural de Equadoren em diversas áreas do país, auxiliando a MAGAP a obter um levantamento cadastral a altura de seu nível de qualidade.

  • Fiscalização do Levantamento predial das Áreas2 e 4: Essa fiscalização inclui 9 municípios com um total de prédios assistidos que ultrapassa mais de 255.866.

  • Fiscalização do Levantamento predial das Áreas 5 e 6: Essa fiscalização inclui 16 municípios com um total de prédios assistidos que ultrapassa mais de 327.581.

  • Fiscalização do Levantamento predial do Grupo 7: Essa fiscalização inclui 7 municípios com um total de prédios assistidos que ultrapassa mais de 25.266.

Os trabalhos foram concluídos em meados de 2016.


Tarefas desenvolvidas

Capacitação

Foram realizados cursos de capacitação em Quito e Cuenca, já que tais contratos foram celebrados nas duas sedes para dar suporte à distribuição dos contratos (de Mira e Espejo até Zapotillo e Espindola). Dentre os conteúdos ministrados destacam-se:

  • Área Jurídica, possessão de terra.

  • Interpretação cartográfica, fotointerpretação, utilização de GPS e fita métrica.

  • SIG e cartografia digital.

  • Uso de bases de dados digitais

Foram capacitadas mais de 50 pessoas, em sua maioria com nível acadêmico de bacharelato (50%) e as demais engenheiros e advogados (50%).

Fiscalização

Constituiu na realização de vários processos para garantir que a qualidade dos trabalhos realizados cumprissem com as normas internacionais de qualidade (ISO):

  • Revisão em campo, aproximadamente 6% de prédios visitados (40.000). Escolhidos através de sorteio ponderado (tamanho/uso) entre 100% dos entregues.

  • Revisão feita no escritório: foram validados 100% das fichas (610.000), automaticamente e 40.000 de forma manual, escolhidas da mesma forma que a revisão de campo.

  • Aprovação/reprovação dos trabalhos realizados.

  • Reuniões com as partes envolvidas para socializar tanto os erros encontrados como os êxitos obtidos, que foram concluídos com sucesso no final de 2015.

Assistência em EPR

Foram assistidos a 100% das EPR convocadas pela empresa de levantamento, durante as quais ofereceu-se assistência legal a todos os proprietários (mais de 200.000).

Seguimento Econômico

Foi feito um controle sobre as planilhas apresentadas pela empresa fiscalizada, se há comprovação que todos os itens faturados estão no contrato e que não excedem o que foi contratado. No caso de irregularidades é feita comunicação com a contratante para que determine a idoneidade ou não de tais irregularidades.

Entrega final

Durante a qual é validada as bases de dados municipais, realizando um último Controle de qualidade de todos os dados gráficos e alfanuméricos e se procede com a aprovação dos relatórios finais de cada um dos municípios e do contrato completo.

Atualização e captura de redes para GN na América Latina

Atualização e captura de redes para GN na América Latina

Descrição do Projeto

O objeto do projeto consiste nos trabalhos de captura e/ou atualização de dados cartográficos.
Os trabalhos possuem uma dupla função: por um lado a Atualização e Captura de Redes e por outro a Geração de Cartografia Digital.


Atividades desenvolvidas

  • Captura e introdução no sistema informático sigNatural (GIS) dos croquis de rede e instalações das redes de distribuição de gás, com seus correspondentes atributos, interpretando a informação que associada aos croquis para sua integração e delimitação da rede às referências cartográficas disponíveis no sigNatural.
  • Captura e introdução en sigNatural dos As-builts de projeto e obra realizada, correspondentes básicamente à rede de alta pressão, interpretando a informação relacionada ao As-built, gerando a cartografia AP no fundo de linha e introduzindo como detalhe adicional ao plano em formato raster.
  • Aplicação dos controles de qualidade automático de rede previstos no sigNatural, para reduzir a possibilidade de geração de erros.
  • Correção de erros procedentes de captura massiva ou de migrações anteriores da base de dados.
  • Digitalização e Georeferenciação dos relatórios de obra e de Intalações no sigNatural em formato *.pdf uma vez digitalizada a obra.
  • Em geral, a captura das informações relacionadas com a rede, intalações e elementos auxiliares, com seus respectivos atributos.
GIS Corporativo para a Prefeitura de Teruel

GIS Corporativo para a Prefeitura de Teruel

Descrição do Projeto

Desenvolvimento e implantação de um Sistema de Informação Geográfica, nas áreas de urbanismo e cadastro da Prefeitura de Teruel: (Smallworld / Magik / Oracle).

  • Desenvolvimento das aplicações para a troca de informação com o Centro de Gestão Catastral.
  • Estruturação e digitalização do Plano de Gestão Geral Urbano.
  • Desenvolvimento de ferramentas para a manutenção do Cadastro Urbano e Rural.
  • Desenvolvimento de aplicações para a geração de células urbanísticas.
  • Desenvolvimento de uma aplicação de consulta Web corporativa e acessível por todos os serviços da Prefeitura.
  • Estruturação e carregamento da cartografia de Base: 1:500, 1:5.000 e Ortofoto 1:5.000.

Atividades desenvolvidas

  • Toma de requisitos e desenho funcional da aplicação.
  • Construção e provas da aplicação.
  • Estruturação de informação recompilada.
  • Migração de dados ao novo sistema e entrada em funcionamento.
  • Formação a usuários.
  • Suporte a usuários e manutenção de licenças GIS.
Adequação da informação gráfica a DIACAE (AENA-Barajas)

Adequação da informação gráfica a DIACAE (AENA-Barajas)

Descrição do Projeto

Aena desenvolveu o sistema de estandarização da Informação Gráfica e Alfanumérica denominado DIACAE que regula as características estrutura do ambiente gráfico de Aena e que estabelece as especificações e normas de troca de informação entre os profissionais de Aena com as empresas adjudicatarias que desenvolvam trabalhos com o programa AutoCad.

O projeto consistiu na compilação da informação gráfica existente no Aeroporto de Madrid-Barajas, proveniente fundamentalmente do plano Barajas e sua adequação ao formato de propriedade de DIACAE. O objetivo final é unificar e padronizar a informação para sua posterior inserção ao GIS corporativo.


Atividades desenvolvidas

  • Compilação da informação gráfica existente no Aeroporto de Barajas: Planos, croquis, esquemas, etc./li>
  • Validação da integridade entre a informação gráfica e alfanumérica e identificação de informação ultrapassada./li>
  • Revisão dos dados ambíguos ou incompletos./li>
  • Adição de dados obtidos do aeroporto e suas instalações físicas./li>
  • Carregamento em CAD, com formato DIACAE, das camadas correspondentes à informação capturada.
Informação gráfica e projetos no Aeroporto de Bilbao.

Informação gráfica e projetos no Aeroporto de Bilbao.

Descrição do Projeto

Aena (a empresa espanhola equivalente a Infraero no Brasil) desenvolveu o sistema de estandardização da Informação Gráfica e Alfanumérica denominado DIACAE que regula as características e estrutura do ambiente Gráfico de Aena e que estabelece as especificações e normas a seguir para a troca de informação dos profissionais de Aena com as empresas adjudicatarias que desenvolvam trabalhos com o programa AutoCad.

NIP, S.A. participou na trasformação da informação gráfica existente em DIACAE em diferentes aeroportos. No aeroporto de Bilbao desenvolvemos uma assistência técnica de apoio para à atualização e melhoria da informação gráfica e redação de projetos de diversas instalações.


Atividades desenvolvidas

  • Verificação, atualização e melhoria de toda a base de dados gráfica.
  • Realização do inventário de redes pluviais e de saneamento do aeroporto de Bilbao.
  • Levantamento topográfico da galeria de serviços entre a subestação elétrica e o edifício do antíguo terminal.
  • Levantamento topográfico a escala 1:250 da depuradora e acessos.
  • Elaboração do projeto de conexão dos edifícios da área sul ao saneamento geral da cidade.
  • Projeto de ampliação do controle de acessos e deteção de incêndios em galerias do aeroporto de Bilbao.
  • Projeto de melhorias das condições de segurança nas galerias de serviço e núcleo central de instalações.
  • Captura de amostras de efluentes e elaboração da documentação referente à solicitação de Autorização de Efluentes de Águas Pluviais e Fecais do Aeroporto de Bilbao.
Cartografia digital na Costa Rica

Cartografia digital na Costa Rica

Descrição do Projeto

A República de Costa Rica, através de fundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), empreendeu um projeto completo para a formação do cadastro dos prédios existentes no país e a compatibilidade dessa informação com o registro da propriedade do imóvel. Para alcançar o objetivo, o primeiro passo é dispor de uma Cartografia moderna em escala adequada.

O escopo dos trabalhos consiste na produção de Ortofotos e Cartografia digital a escala 1:5.000 de 5.106.729 Hectares a escala 1:1.000 de 305.077 Hectares para a complementação e atualização do Cadastro Rural e Urbano da Costa Rica.


Atividades desenvolvidas
    CartoCR1

  • Análise da informação de voo fotogramétrico fornecido pelo contratante.
  • Planejamento e realização das atividades em campo de apoio topográfico.
  • Planejamento e execução dos trabalhos de aerotriangulação.
  • Restituição altimétrica e planimétrica.
  • Revisão de campo, com a compilação de topônimos e dados de relevância.
  • Elaboração do Modelo Digital do Terreno – MDT.
  • Geração da Ortofotografia. Ortoprojeção, equilíbrio radiométrico.
  • Edição, plotagem e entrega final.

Geração do mapa cadastral na região metropolitana de Panamá

Geração do mapa cadastral na região metropolitana de Panamá

Descrição do Projeto

O Programa Nacional de Administração de Terras (PRONAT) foi realizado mediante fundos BID, uma campanha com o objetivo de melhorar as garantias e segurança jurídica da posse da terra e proteger os recursos naturais.

Para atingir os objetivos e especificamente para a regularização do cadastro da propriedade da região metropolitana da Cidade do Panamá, foram contratados os trabalhos de campo e escritório utilizando nossa experiência nas áreas de Geodesia, Fotogrametria, Cartografia, Cadastro e Registro de prédios urbanos.


 Atividades desenvolvidas

  • Atualização de Cartografia existente: Obtenção de coordenadas dos pontos geodésicos estabelecidos como apoio ao processo de georreferenciação de prédios urbanos.
  • Visita a campo e obtenção de fichas cadastrais urbanas devidamente preenchidas com todos os dados dos prédios levantados.
  • Geração de mapas de prédios Urbanos para a titulação, em formato digital, organizados em uma base de dados, e indexados conforme as normas e escalas estabelecidas por Pronat.
Escritório técnico de atualização de redes em sistema GIS ICARO de Gás Natural

Escritório técnico de atualização de redes em sistema GIS ICARO de Gás Natural

Descrição do Projeto

Gás Natural externalizou o serviço de manutenção da informação das suas redes no final dos anos 90. Para tal, contratou os serviços de duas empresas especializadas, uma delas foi a NIP, S.A.

NIP, S.A. montou um escritório técnico com acesso remoto ao sistema Gis de Gás Natural denominado ICARO. O escritório recebia a documentação as-built das atualizações de ampliação ou mudança na rede de distribuição de gás de média e baixa pressão em metade da Espanha, para serem fielmente inseridas no sistema GIS.


Atividades desenvolvidas

  • Digitalização de redes de Gás Natural.
  • Criação de Estruturação das ruas e digitalização de cartografia de fundo.
  • Captura de dados em campo em instalações e gasodutos.
  • Validação de croquis de obra e entrada da informação no GIS e nos sistemas de Clientes.